Dia das Mães deve movimentar 40,21 bilhões de reais no varejo; 78% dos consumidores pretendem presentear, mostra pesquisa CNDL/SPC Brasil



O brasileiro tem a tradição de comemorar o Dia das Mães e em 2024 não será diferente. Levantamento feito em todas as capitais pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com a Offerwise Pesquisas, revela que 78% dos consumidores devem realizar pelo menos a compra de um presente no período. A expectativa é de que aproximadamente 128 milhões de pessoas presenteiem alguém este ano, o que deve movimentar cerca de R$ 40,21 bilhões nos segmentos de comércio e serviços.

rn

As principais presenteadas serão as mães (75%), a esposa (18%), a sogra (16%) e a avó (12%). O levantamento aponta que 18% dos consumidores devem gastar até R$ 100, enquanto 23% compraram presentes entre R$ 101 a R$ 200. Em média, os consumidores pretendem comprar 2 presentes na data, com um ticket médio de R$ 314 considerando todos os gastos.

rn

Entre aqueles que pretendem comprar presentes, 54% acreditam que as mães merecem o presente por seu carinho e esforço, 23% consideram que presentear é um gesto importante e 18% têm o costume de presentear as pessoas que gostam.

rn

Em relação aos gastos, 36% pretendem comprar a mesma quantidade de produtos este ano, enquanto 34% devem comprar mais e 15% comprar menos. Para a maioria dos consumidores ouvidos (70%), os preços dos produtos este ano estão mais caros do que ano passado.

rn

De acordo com os entrevistados, 35% esperam gastar mais este ano do que em 2023, 30% pretendem gastar o mesmo valor e 24% menos. Entre as razões para gastar mais, 44% afirmam que irão comprar um presente melhor, 41% disseram que os produtos que querem comprar estão mais caros e 26% vão comprar mais presentes.

rn

Por outro lado, entre os que vão gastar menos, 25% afirmam que querem economizar, 25% citam o orçamento apertado e 18% a piora do cenário econômico.

rn

“O Dia das Mães é considerado pelo varejo a principal data comemorativa do primeiro semestre e a segunda mais importante do ano, perdendo somente para o Natal. O brasileiro tem a tradição de presentear e comemorar, por isso, a expectativa é de muita movimentação no comércio nos próximos dias”, destaca o presidente da CNDL, José César da Costa.

rn

Roupas, perfumes e cosméticos lideram o ranking dos presentes

rn

A pesquisa revela que no Dia das Mães deste ano, os produtos campeões de venda devem ser as roupas, calçados ou acessórios (42%), perfumes (41%), cosméticos (26%) e chocolates (17%).

rn

Os consumidores pretendem comemorar a data principalmente na casa da mãe (44%), em sua própria casa (28%) e 9% pretendem almoçar fora em restaurantes ou bares.

rn

As lojas físicas aparecem como o principal local de compras dos consumidores (74%), principalmente em shopping center (29%), shopping popular (16%), lojas de departamento (15%) e nas lojas de rua (14%).

rn

Já 37% pretendem fazer pelo menos uma das compras pela internet, sendo que 79% pretendem comprar em sites, 63% em aplicativos e 20% pelo Instagram.

rn

Os tipos de sites / lojas online mais citados para a compra dos presentes são os de varejistas internacionais (50%), seguidos dos sites de lojas de cosméticos e perfumes (46%) e varejistas nacionais (43%).

rn

Considerando os que pretendem comprar presentes em sites ou aplicativos internacionais, as principais justificativas de compra são: os preços mais baixos (60%), a variedade de produtos (55%), a economia de gastos (40%) e a qualidade dos produtos (35%).

rn

“Apesar do crescimento das compras online, o consumidor brasileiro ainda prefere fazer suas compras presencialmente. É a tradição de negociar, ver e tocar no produto antes de fazer a compra”, destaca Costa.

rn

80% pretendem fazer pesquisa de preço antes de comprar; PIX será a forma de pagamento mais utilizada

rn

A pesquisa aponta que o consumidor está atento aos preços e a grande maioria (80%) pretende fazer pesquisa antes de comprar os presentes, sobretudo pela internet (80%), seja em sites/aplicativos (66%) ou nas redes sociais (43%). Já 62% fazem pesquisa de preços sem o uso da internet, ou seja, em lojas físicas, principalmente nos shoppings (42%) e em lojas de rua (29%).

rn

Em relação a forma de pagamento, 67% pretendem pagar os presentes à vista, principalmente no PIX (41%) e no cartão de débito (21%). Enquanto 48% citam o pagamento a prazo, com destaque para o cartão de crédito parcelado (29%). Entre os consumidores que pretendem comprar parcelado, farão o pagamento em média de 4 prestações, 1 parcela a mais que no ano passado.

rn

32% dos que pretendem comprar presentes estão com contas atrasadas

rn

A pesquisa sinaliza que muitos dos consumidores que pretendem comprar presentes no Dia das Mães já extrapolaram o limite do seu orçamento: 26% admitem que costumam gastar mais do que podem com as compras na data.

rn

Outro comportamento preocupante, 32% dos consumidores que pretendem ir às compras estão com contas em atraso, sendo que 77% estão com o nome sujo atualmente. Além disso, 12% reconhecem que podem deixar de pagar alguma conta para ir às compras neste Dia das Mães.

rn

O presidente da CNDL alerta sobre a importância do planejamento financeiro na hora de comprar para evitar que a data comemorativa se torne um problema no orçamento das famílias.

rn

“A inadimplência do brasileiro tem batido recorde e isso acende um alerta em relação à importância do controle dos gastos nas comemorações. O consumidor deve priorizar o pagamento das contas antes de adquirir novas dívidas. Não vale a pena presentear e depois não conseguir pagar, causando impactos negativos no orçamento de toda a família”, orienta.


30 de abril de 2024

Receba por email nossas novidades e fique por dentro

4009-0000

Telefone


rapport
sebrae
96fm
cosern
fecomercio_rn
sesc
senac
plugtech
governo_do_estado
rede
start
artec
vox2you
prefeitura_do_natal
jvm
odont
unimed_natal
viva_o_centro
sicoob
aeba
quant_capital
bwa__global