Entidades empresariais pedem à governadora o retorno das atividades com protocolos



Os líderes das entidades representativas do setor produtivo do Rio Grande do Norte, Presidentes da FIERN - Amaro Sales de Araújo; FECOMÉRCIO/RN - Marcelo Fernandes de Queiroz; FAERN - José Álvares Vieira; FETRONOR - Eudo Laranjeiras; SEBRAE - Zeca Melo; FACERN - Itamar Manso Maciel Jr; FCDL RN - Afrânio Miranda; CDL Natal - José Lucena Neto; Associação Comercial do Rio G. Norte - ACRN - Schiavo Álvares; Associação Comercial e Industrial de Mossoró - ACIM – Francisco Vilmar Pereira e ABRASEL - Paolo Passariello fizeram um apelo à governadora Fátima Bezerra para que o Governo do Estado autorize a retomada das atividades econômicas atualmente fechadas, com protocolos que assegurem os cuidados de prevenção, entre os quais escala de horário para determinados segmentos.

A defesa da retomada com precauções foi feita durante reunião por videoconferência nesta quarta-feira (31), que com participação dos secretários de Estado e demais interlocutores do Governo. Na ocasião, foi entregue um documento no qual consta um diagnóstico da grave situação econômica do Rio Grande do Norte e uma série de solicitações para o socorro econômico dos setores produtivos, além do detalhamento da proposta de retorno das atividades.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal, José Lucena, reforçou por várias vezes o apelo para que o comércio volte ao funcionamento. “Não deixe que o comércio continue fechado. Vidas [empresariais] construídas ao longo de anos, décadas estão escorrendo pelas mãos, não podemos permitir que isso continue. Cada empresa que fecha, representa famílias que ficam sem sustento. A economia não suporta mais essa situação”, afirmou ele.

Lucena afirmou ainda ser a vacina o caminho para a retomada econômica e segurança das vidas da população, e que por isso a CDL Natal aderiu ao Movimento Unidos pela Vacina para colaborar com a imunização no Rio Grande do Norte.

 

Solicitações Realizadas

 

Novo decreto até sexta

A governadora elogiou a proposta apresentada. “A iniciativa é pautada por seriedade, responsabilidade e diálogo”, comentou. Se mostrou receptiva às sugestões. A decisão deverá ser tomada após a continuidade do diálogo com outros setores, entre os quais os prefeitos e as recomendações do Comitê Científico.

 

Receba por email nossas novidades e fique por dentro

4009-0000

Telefone


rede
jvm
cosern
96fm
sesc
banco_do_nordeste
senac
prefeitura_do_natal
viva_o_centro
aeba
plugtech
sebrae
rapport
artec
fecomercio_rn
start
governo_do_estado
sicoob
unimed_natal
bwa__global